Gata invade casa, faz buraco em forro de maneira forçando sua adoção

 

Quem faz parceria com os animais anda de mãos dadas com a paz e sob a proteção de Deus.

 

A jovem Tass Camargo, 17, é moradora da cidade de Curitiba, no Paraná. E no último domingo, 14, compartilhou em um grupo do Facebook a visita forçada que recebe em sua casa. Acontece que uma gatinha invadiu a residência e tem insistido por sua adoção de uma maneira engraçada. Muitos internautas, nos comentários, relataram ter passado o mesmo com seus respectivos felinos.

A paranaense relatou que aproximadamente há uma semana, uma gata começou a frequentar a sua casa. Mas não é uma visita qualquer de subir no sótão e dar alguns miados para chamar a atenção. Ou pular no pátio para conseguir um pouco de comida e afeto. A felina simplesmente abriu um buraco no forro do quarto da Tass e toda vez que sobe na casa ela põe a cabeça ali para dar um 'oi'.

A gatinha apareceu do nada, enfatizou a jovem. Ninguém nunca a tinha visto. Nenhum vizinho ou parente. Só se sabe que a gatinha chegou, chegando. Mostrando que veio para ficar e que agora, quem mandará na casa é ela. Na foto compartilhada, Tass afirma: "sim, todo esse rombo foi ela que abriu".

Além de mostrar a carinha pelo orifício que fez, a gatinha invade a casa pela cozinha — pois o ambiente está sem forro — e simplesmente deita e dorme no sofá 'como se a casa fosse dela', contou Tass.

Será uma adoção forçada?! Tass acha que sim! A publicação viralizou e já recebeu mais de 1.800 reações e centenas de comentários de internautas relatando situações parecidas. Confira algumas histórias.

1. "O meu Pedrinho também foi adoção forçada. Fechamos todas as janelas para ele não entrar e nem lembramos da janela do banheiro. Foi por lá que ele entrou e nunca mais foi embora. Levei para castrar e agora ele dá as ordens aqui em casa", contou Néia Rodrigues.

2. "Também passei por uma adoção forçada. Entrou no meu pátio, depois dentro da minha casa e agora mora aqui (risadas). Detalhe que eu tenho 3 cachorros em casa, mas isso não a impediu", disse Susane Sales.

3."Esse aqui também foi. Apareceu na janela da minha cozinha, eu achando que era gata, comecei a cuidar tentando um Lar e com medo de adotar porque tenho uma pit bull, no fim ele me adotou e descobri 2 meses depois que era um menino, que se chama House's e depois dele só ladeira a baixo (risadas). Já tem outra aqui e alimento mais 2 na minha porta", compartilhou Mychelle Lima.

4."Esse aqui também forçou a adoção (risadas). Simplesmente invadiu o quintal da minha casa e ficou. No começo ele comia os restinhos de comida que meus gatos deixavam. Hj ele vai lá na sala pedir comida pro meu pai. Nessa foto ele tava tentando conquistar o cachorro, q por conta da idade tá cego e surdo (risadas). Nem percebeu que ele tava dividindo a cama", escreveu Nathalia LeBlanc.

E como aconteceu a adoção do seu pet? Deixe nos comentários.

 

Na vida animal e humana, o que impera é a maternidade, o afeto, a proteção e a sobrevivência.

Amar, respeitar e proteger os animais.

Verdadeiros amigos, companheiros fiéis na alegria, na dor, para a vida toda!

Preste atenção ao nosso site, forneceremos informações mais valiosas.

 
Comentário do usuário