Homem mata cachorro da namorada por ciúmes da relação dela com animal

 

Quem faz parceria com os animais anda de mãos dadas com a paz e sob a proteção de Deus.

 

Um caso ocorrido em Goiânia (GO) deixou revoltados os defensores da causa animal.

Um homem preso na última sexta-feira (8) é acusado de ter matado o cachorro de estimação da namorada e ocultado o crime, atribuído a ciúmes por conta da atenção dispensada pela tutora ao animal.

A dona do pet, com quem o acusado se relacionava havia três meses, acreditava que o cão estava perdido e chegou a espalhar cartazes pelo bairro onde mora na tentativa de reencontrá-lo.

Mas, durante a investigação, a  Polícia Civil teve acesso a imagens de  câmeras de segurança e desconfiou das cenas gravadas no dia do suposto desaparecimento do animal, em que o suspeito aparecia deixando o apartamento da mulher com uma mochila pesada. Segundo a polícia,  ele estava carregando o corpo do animal.

O homem  chegou a ser preso,  mas foi liberado pela Justiça e responderá em liberdade por maus-tratos a animais

Mas não foi somente por conta das imagens que o namorado se tornou o principal suspeito no caso.

Ainda segundo informações colhidas pela polícia, ele já havia demonstrado ciúmes da relação da namorada com o animal.

Na primeira vez em que ficou sozinho com o cão, ele admitiu ter batido no animal sob o argumento de que o mesmo teria tentado mordê-lo. e, na segunda vez, inventou que havia saído para passear com o pet quando o cachorro fugiu.

A tutora divulgou o desaparecimento na internet e procurou a polícia, que, acionada, deu início às investigações e constatou que o suspeito não havia saído com o cachorro como havia dito.

Diante da suspeita de que o animal pudesse estar dentro da mochila que ele carregava ao deixar a casa da namorada no dia do suposto desaparecimento, ele foi detido e, confrontado, indicou o local onde o corpo do animal foi jogado, um matagal às margens da Marginal Botafogo.

No interrogatório, ele preferiu ficar em silêncio. Como foi solto pela Justiça, responderá em liberdade por maus-tratos a animais, crime que prevê pena de até seis anos de prisão.

 

Na vida animal e humana, o que impera é a maternidade, o afeto, a proteção e a sobrevivência.

Amar, respeitar e proteger os animais.

Verdadeiros amigos, companheiros fiéis na alegria, na dor, para a vida toda!

Preste atenção ao nosso site, forneceremos informações mais valiosas.

 
Comentário do usuário