Animal aparece em quintal de mulher e ela não sabe se é cachorro ou coiote

 

Quem faz parceria com os animais anda de mãos dadas com a paz e sob a proteção de Deus.

 

Christina Eyth, moradora da Pensilvânia nos Estados Unidos, notou que em um dia frio com bastante neve, havia algumas pegadas do lado de fora da sua casa que a princípio parecia ser de um cachorro procurando abrigo ou ajuda, então a mulher decidiu segui-lás. A história foi contada pelo site The Dodo no dia 21 de janeiro.

As pegadas a levaram até a porta do porão onde encontrou o causador das pegadas em uma situação precária. "Foi quando eu vi esse pobre animal. Ele parecia tão frágil e estava tremendo de frio", contou.

O animal estava assustado e sem pelos, parecia estar com sarna, pois estava tão desconfigurado que Christina não sabia dizer se era um cão ou coiote, mas apesar disso a mulher soube que não poderia deixá-lo naquelas condições, e após muita insistência, o animal aceitou entrar dentro do porão onde havia calor, comida e água.

Christina recebeu ajuda de um grupo de proteção animal chamado Tj's Rescue Hideaway após compartilhar em um fórum da internet sobre o resgate do animal desconhecido.

A ONG foi buscar o animal e levou-o para o Wildlife Works-Mount Pleasant e ofereceu todo o suporte e tratamento para descobrir o que ele é.

De acordo com Eyth, o animal passará por exames que levarão de duas a quatro semanas para chegar ao resultado que dirá se é cachorro ou coiote, mas que por enquanto está sendo muito bem cuidado, independente da espécie. E que sente-se feliz por tê-lo ajudado.

"Se ele for um coiote, eu estarei lá quando ele for solto. E se ele for um cachorro, meu marido e eu adoraríamos adotá-lo quando ele se recuperar o suficiente para ser adotado! Sinto-me tão grata e abençoada por ter notado suas pegadas e as seguido", finalizou Christina.

O coiote é um integrante do grupo familiar do cachorro, os canídeos, mas não é doméstico e possui uma alimentação à base de carnes como: coelhos, veados, alces, pássaros, cobras, lagartos, peixes, ovelhas, bezerros e todo tipo de carniça com que se deparam, além de frutas e vegetações. É um animal semelhante ao lobo e ao chacal, é um pouco menor do que eles, e maior que uma raposa.

Felizmente o animal buscou ajuda na residência certa e agora está protegido da fome e frio.

 

Na vida animal e humana, o que impera é a maternidade, o afeto, a proteção e a sobrevivência.

Amar, respeitar e proteger os animais.

Verdadeiros amigos, companheiros fiéis na alegria, na dor, para a vida toda!

Preste atenção ao nosso site, forneceremos informações mais valiosas.

 
Comentário do usuário