Dona segura a pata de seu cão para ajudá-lo a atravessar a rua

 

Quem faz parceria com os animais anda de mãos dadas com a paz e sob a proteção de Deus.

 

Essa dona segura a pata de seu cão para ajudá-lo a atravessar a rua.

Entre as inúmeras reclamações que chegam até nós sobre o tratamento injusto de cachorros ou outros animais de estimação, ver os gestos amorosos de algumas pessoas para com seus peludos simplesmente faz o nosso dia. Por isso, hoje queremos compartilhar um vídeo que está tocando a todos nas redes sociais.

Trata-se de um cachorrinho que foi ajudado por sua dona a atravessar a rua no melhor estilo.

"Sempre leve seus filhos pela mão/pata", diz no vídeo que já atingiu mais de 103 mil curtidas. No curta, uma mulher é vista na companhia de uma garota de uniforme escolar que se presume ser sua filha e um cachorrinho preto.

O assunto parece normal, uma família atravessando a rua com seu animal de estimação. Até que o peludo fica em duas patas e a mulher e a menina o pegam pelos membros dianteiros para atravessar a rua.

Sim, como uma criança pequena, o cachorrinho aperta a mão da mãe para atravessar a rua com segurança.

A cena é bastante particular, embora pareça que para a família é uma rotina já aprendida. E que se vê na atitude do cão e na normalidade da menina que continua a comer o seu gelado enquanto saboreia o seu gelado.

Sem dúvida, descer a rua com duas crianças pode não ser fácil. Ainda pior se falarmos em passear com um cachorrinho que é como outra criança. É por isso que se nota na gravação que a mulher olha atentamente para a estrada. Há até um momento em que ela para a colegial e diz para ela prestar atenção antes de atravessar.

Por sua vez, o filhote que está no meio é cauteloso entre seus passos curtos, não acelera nada e segue as instruções de sua mãe.

Daniel García, que foi o usuário que carregou o vídeo em seu TikTok , ficou tão curioso e riu da cena que não perdeu a oportunidade de gravá-la. Não é todo dia que se vê uma pintura tão peculiar na rua; embora o gesto não intencional da mulher acabou irritando alguns nas redes sociais.

Não faltou quem considerou irresponsável a ação da senhora e a agrediu por carregar o cachorrinho daquele jeito e fazê-lo andar sobre as duas patas traseiras.

Algo que sabemos não é totalmente natural nesses animais, mas que o peludo parece se dar muito bem.

"Não é o jeito certo, como você pode pensar em usá-lo assim? … Por que você não usa um colar? É a coisa certa a fazer", disse Johemi Villaro.

"Tudo bem, mas um colar é suficiente, você pode causar dor ao nível da coluna", comentou outro usuário.

É bem verdade que esta não é a maneira de carregar um peludo.

É preferível usar a trela mas não sabemos as condições que fizeram a mulher atravessar a rua com a menina e o cachorrinho e muito mais nesse sentido.

Aliás, foi isso que o autor do vídeo apontou porque ele só queria mostrar o altruísmo com que aquela mulher desconhecida cuidava de sua filhinha e do cachorrinho no meio da rua. E que de forma alguma ela queria criar conflito para que eles a julgassem.

[email protected] foi apenas o trecho onde cruzaram a avenida, ele não carrega porque também não pode negligenciar sua garota, relaxe", escreveu Daniel García.

Apesar das opiniões conflitantes nas redes sociais, fica claro que a mulher se preocupa com o bichinho e por isso tentou protegê-lo da maneira que lhe parecia certa na época.

Certamente depois de quão viral este curta se tornou, até a própria dona pode refletir e cuidar do filhote não inclui fazê-lo andar sobre as pernas.

 

Na vida animal e humana, o que impera é a maternidade, o afeto, a proteção e a sobrevivência.

Amar, respeitar e proteger os animais.

Verdadeiros amigos, companheiros fiéis na alegria, na dor, para a vida toda!

Preste atenção ao nosso site, forneceremos informações mais valiosas.

 
Comentário do usuário