Em vídeo fofo, guaxinim explorou a casa e gostou de subir as escadas e entrar por aquele ponto no corrimão

 

Quem faz parceria com os animais anda de mãos dadas com a paz e sob a proteção de Deus.

 

Charlie é um guaxinim macho muito fofo e gordinho de quase 2 anos que vive em Minor Hill, Tennessee, nos Estados Unidos, e adora explorar a casa em que mora.

Mas no dia 24 de janeiro, a brincadeira não foi uma boa escolha quando decidiu passar entre as barras de ferro de casa, pois está acima do peso e encontrou dificuldade para atravessar para o outro lado.

"Ele adora explorar a casa e sempre gostou de subir as escadas e entrar por aquele ponto no corrimão. Com os poucos quilos extras, ele estava lutando e mal conseguiu passar por esta última vez!", contou o tutor ao Viralhog.

Charlie só tem duas opções: emagrecer ou parar de tentar atravessar lugares pequenos, pois uma hora pode acabar ficando entalado.

O guaxinim é um animal selvagem e não deve ser tratado como animal doméstico, a não ser casos raros e específicos em que não pode sobreviver no habitat natural e que pessoas autorizadas legalmente mantenham eles seguros.

Eles vivem de 2 a 3 anos na natureza, porém, em locais de preservação ou em segurança, podem viver muito tempo.

São animais noturnos e possuem uma alimentação onívora, além de possuírem cinco dedos nas mãos como os humanos.

O peso do guaxinim varia significativamente. Eles podem comer uma grande variedade de alimentos.

Enfim, apesar de apresentarem algumas características em comum com pets, não significa que seja uma boa ideia domesticá-los, pois podem ser imprevisíveis.

Veja o vídeo de Charlie:

 

Na vida animal e humana, o que impera é a maternidade, o afeto, a proteção e a sobrevivência.

Amar, respeitar e proteger os animais.

Verdadeiros amigos, companheiros fiéis na alegria, na dor, para a vida toda!

Preste atenção ao nosso site, forneceremos informações mais valiosas.

 
Comentário do usuário