Homem transforma sua fazenda em um grande abrigo para cães abandonados e outros animais

 

Quem faz parceria com os animais anda de mãos dadas com a paz e sob a proteção de Deus.

 

Um morador da Turquia chamado Mert Akkök ficou conhecido após transformar sua fazenda em um grande abrigo para diferentes espécies de animais abandonados, entre eles estão: cães, gatos, cabras, burros, pássaros e vários outros.

"Tenho entre 10 e 20 cães na minha fazenda. Eu os resgatei de ferros-velhos, florestas, áreas rurais fora da cidade. Tento encontrar um lar para eles. Alguns deles ficam comigo para sempre, principalmente os muito velhos e doentes. Ninguém quer adotá-los", contou Mert em entrevista ao Boredpanda.

"Além disso, tenho 46 gaivotas deficientes, 1 cavalo cego, 3 gansos, 3 gatos e só hoje adotei um burro bebê. Por enquanto, tenho 23 cães. A maioria deles são antigos ou deficientes", acrescentou ele.

O fazendeiro explica que seu amor por animais vem desde criança, assim adora ajudar animais abandonados e lhes dar uma vida melhor.

"Na Turquia o governo não tem permissão para matar animais sem-teto ou colocá-los em abrigos pelo resto da vida. Isso é proibido por lei (o que é muito bom). Nosso governo tem que esterilizá-los e vaciná-los e depois colocá-los de volta nas ruas", comentou.

Mert observa que as pessoas podem ver muitos animais vagando pela cidade.

No entanto, alguns deles são despejados longe da cidade, o que dificulta sua sobrevivência, então pessoas como ele tentam resgatá-los.

"Às vezes fazemos isso individualmente, ou às vezes formamos grupos de voluntários para fazer isso", pontua.

O fazendeiro salienta que se os animais não forem adotados ficarão lá para sempre, pois são seus filhos agora.

Já quando aparece algum adotante ele só doará o animal se essa pessoa for cuidar muito bem dele.

Ao contrário do que acontece com muitas ONGs aqui no Brasil e no mundo, Mert não conta com apoio financeiro. Ele alimenta e cuida de todos esses animais com o dinheiro que vem de sua pequena empresa.

"Sou um pequeno empreendedor. Possuo e gerencio minha empresa que é uma empresa de consultoria em marketing internacional de serviços de saúde. Sou uma pessoa ocupada, mas nas horas em que não estou trabalhando, dedico meu tempo a ajudar esses animais sem-teto", detalha.

Antes de morar em uma fazenda, Mert morava na cidade e ia nos finais de semana para a periferia a fim de cuidar de animais abandonados.

Tudo começou com a adoção de alguns cães e ao chegar a cinco caninos decidiu se mudar para uma fazenda onde tivesse mais espaço.

"Um dia encontrei uma gaivota ferida na beira de uma rodovia e levei-a ao veterinário. Ela foi operada e uma das asas foi tão fraturada que o veterinário teve que cortá-la. Eu não poderia deixá-la em lugar nenhum porque sabia que ela morreria sem poder voar", disse.

Para melhor aconchegá-la fez uma grande toca para ela. E esse número só aumentou, pois hoje o homem alimenta diariamente com peixe fresco 46 gaivotas deficientes.

Seu dia a dia na fazenda começa bem cedo. Pouco depois de acordar, leva seus cães para uma área tranquila da floresta perto da fazenda para brincarem e então voltam para casa.

"Eu alimento, cuido do meu cavalo e toco música para ele. Ele adora quando toco para ele com meu saxofone. Então eu alimento as gaivotas e os gatos. Eu termino com os gansos, eles comem por último. Depois vou para o meu escritório na cidade e trabalho", finaliza.

No vídeo abaixo você pode conhecer um pouco da fazenda de Mert e ver o carinho com que ele cuida dos animais:

 

Na vida animal e humana, o que impera é a maternidade, o afeto, a proteção e a sobrevivência.

Amar, respeitar e proteger os animais.

Verdadeiros amigos, companheiros fiéis na alegria, na dor, para a vida toda!

Preste atenção ao nosso site, forneceremos informações mais valiosas.

 
Comentário do usuário