Em abrigo, cães consolam um ao outro ficando de patas dadas enquanto aguardam adoção

Ruffles e Fritos, dois cãezinhos filhotes que mesclam as raças schnauzer e terrier, acabaram chamando a atenção do abrigo que os resgatou, mesmo em meio a tantos irmãos. Isso porque os dois caninos costumam segurar a pata um do outro.

Em entrevista ao The Dodo, Sarrah Walton, voluntária líder do abrigo de animais Humane Society of Northwest Louisiana, nos EUA, contou que a instituição LA Baby Mommas lhes pediu ajuda após resgatar uma ninhada de cães.

"Eles normalmente lidam com filhotes com necessidades especiais, e esses filhotes são todos muito saudáveis, então vieram para ficar conosco no HSNWLA", pontua.

Os dois cãezinhos tem outros oito irmãos, contudo, essa conexão só pode ser apreciada entre Ruffles e Fritos.

"Todos eles se aconchegam bem perto sempre que estão descansando. Este foi um momento fofo capturado na câmera", disse Sarrah.

A voluntária lembra que é difícil saber com que frequência os dois irmãos seguram a pata um do outro, porém tal gesto aparenta trazer um conforto enquanto ambos estão no abrigo.

Quando não estão com as patinhas dadas, Fritos e Ruffles adoram brincar com os brinquedos ou descansar nas confortáveis camas do abrigo.

Entretanto, não importa o que estejam fazendo, os dois estão sempre fazendo juntos.

"Todo o grupo é amigável, brincalhão e doce", enfatiza ela.

"Nossa comunidade é abençoada porque todos os abrigos trabalham juntos para salvar vidas", acrescenta.

Conforme destaca a voluntária, todos os dez filhotes terminarão suas vacinas, serão castrados e microchipados.

Mesmo que nenhum dos dez filhotes, de cerca de 12 semanas de idade, esteja pronto para encontrar um novo lar, Sarrah acredita que Ruffles e Fritos segurem a pata um do outro até cada um encontrar um novo lar e seguir seu rumo.

Schnauzer

Os cães da raça schnauzer possuem muitos fãs ao redor do mundo.

No país ocupam a 14º posição entre as raças mais populares, segundo a plataforma DogHero.

Pensando nisso, o site Metrópoles separou algumas curiosidades que envolvem esse tipo de cão, sendo a primeira delas sua origem.

Como se já pode imaginar pela pronúncia do nome, esses cães surgiram na Alemanha em meados de 1800.

Na época, eram muito utilizados para acompanhar as carruagens durante as longas viagens, pois eram responsáveis por inspecionar o caminho para que os cavalos não se machucassem.

Outro aspecto são as três variedades da raça devido às diferentes variações de tamanho, sendo elas: miniatura, padrão e gigante.

Isso ocorre porque a raça surgiu do cruzamento entre cães pinschers e pastores-alemães.

Terrier

De acordo com site Cachorrogato, o grupo que reúne as raças terrier surgiu na Grã-Bretanha.

Esses animais foram criados para caçar invasores que poderiam ser uma praga para as fazendas ou cidades.

Como exemplo, temos as raposas, coelhos, texugos e ratos.

Antigamente, antes de serem divididos em grupos específicos, os cães das raças terrier eram chamados de "terrarri", ou seja, "da terra" em latim, já que frequentemente eram vistos cavando ou trabalhando no meio da terra.

Comentário do usuário